SERVIÇOS

EXPLORAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS FLORESTAIS

A MADEIRAS APOLINÁRIO tem como principal área de atuação a comercialização de material lenhoso proveniente de compras realizadas ao proprietário / produtor. As compras de material lenhoso são realizadas na sua maioria através de aquisição em pé ou à unidade em portaria de fábrica (m3 ou Ton). O material lenhoso é proveniente de corte final por exploração florestal ou desbaste pela condução de povoamentos. As espécies florestais com maior representatividade no volume comercializado são o Eucalipto com 65.000 ton / ano e o Pinheiro bravo com 35.000 ton / ano.

A exploração florestal compreende as intervenções de corte, rechega e transporte de madeira. O planeamento na exploração florestal é fundamental para reduzir custos das operações e minimizar os impactes ambientais e de segurança para as pessoas envolvidas.

A Biomassa florestal é um subproduto comercializado pela MADEIRAS APOLINÁRIO, este material resulta dos resíduos de exploração dos cortes finais e das intervenções de desbastes, desramações e podas. A biomassa florestal é processada e encaminhada para as diferentes unidades industriais para fins termoelétricos e prensados de madeira, p.e. peletes e briquetes e para instalações agrícolas sob a forma de mulching.

A MADEIRAS APOLINÁRIO aposta na valorização do pinho bravo através do processamento de produtos de valor acrescentado, p.e. varas, estacas e postes, proporcionando melhor remuneração ao produtor florestal.

PREPARAÇÃO DE TERRENO E PLANTAÇÕES

A preparação do terreno é uma das operações mais importantes na instalação de um povoamento, uma vez que tem como objetivo proporcionar as melhores condições para o desenvolvimento das jovens plantas.

O objetivo da preparação do terreno consiste em proporcionar as melhores condições para o sucesso da arborização e desenvolvimento das plantas, através das intervenções de Controlo da Vegetação Espontânea, Mobilização do Solo e Destruição / Arranque de cepos (se necessário).

As operações de preparação do terreno principalmente a mobilização do solo podem representar intervenções pesadas para o solo podendo afetar a sustentabilidade deste recurso bem como de outros, tais como hídricos, biodiversidade, paisagísticos e ambientais. São também operações relativamente onerosas devendo ser adaptadas às necessidades de produção de modo a rentabilizar o investimento. A preparação da terreno pressupõe um planeamento e acompanhamento técnico na escolha e execução dos meios e métodos operacionais. A MADEIRAS APOLINÁRIO apresenta soluções sustentáveis de preparação do terreno que promovem a manutenção da qualidade e reduzem o risco da erosão.

A plantação consiste na colocação em solo, de plantas produzidas em viveiro. A idade e a dimensão das plantas a utilizar na instalação de povoamentos estão dependentes das caraterísticas da espécie. As plantas serão sempre geneticamente melhoradas certificadas de proveniência próxima do local de instalação.

GESTÃO E ARRENDAMENTO FLORESTAL

A MADEIRAS APOLINÁRIO possui como área de negócio a gestão e / ou arrendamento de solo florestal. É responsável pela gestão a médio / longo prazo do ativo do solo, concentra e disponibiliza meios e recursos na obtenção de soluções viáveis e adaptadas à gestão da propriedade de modo a maximizar o funcionamento de todo o sistema e planeamento florestal, gerando desta forma mais valias para o arrendador e arrendatário.

CONDUÇÃO DE POVOAMENTOS

A produtividade de lenho por hectare de um povoamento florestal não é dependente do número de árvores / varas por hectare. A qualidade do lenho está ligada a um crescimento regular dos indivíduos, mas também à ausência de defeitos, tais como nós, fendas, encurvamento e podridões.

Os primeiros anos após a instalação do povoamento são momentos críticos para o seu sucesso, as jovens plantas são de reduzidas dimensões e vulneráveis às condições adversas do meio. É importante durante esta fase, a realização de determinadas intervenções culturais de acordo com a ecologia da espécie e seus objetivos de produção.

As principais intervenções de condução desempenhadas pela MADEIRAS APOLINÁRIO consiste em desbastes, seleção de varas, desramações, podas e adubações.

DESMATAÇÕES E LIMPEZAS FLORESTAIS

A desmatação (controlo da vegetação espontânea) consiste na diminuição da competição exercida pela vegetação espontânea sobre o arvoredo do povoamento instalado relativamente a fatores de produção como a água e nutrientes e diminuição do risco de incêndio florestal.

De acordo com a necessidade de intervenção e as características dos matos, a gestão da vegetação espontânea pode ser aplicado com recurso a vários meios e métodos. As intervenções de gestão da vegetação podem ser localizadas (em redor da árvore), em faixas e total.

O controlo dos matos devido aos elevados custos que representam, apenas se justificam quando haja necessidade de aumentar a produtividade do povoamento e reduzir o risco de incêndio.

PODA E ABATE (DESMONTAGEM) DE ÁRVORES DE GRANDE PORTE

Este serviço consiste em efetuar a manutenção ou abate de árvores ornamentais de grande porte que se localizam junto a habitações e que pelo risco associado aos danos materiais que podem causar, terá de ser realizado com recursos e meios especializados. A MADEIRAS APOLINÁRIO possui equipas e meios especializados para a realização destes serviços.